Script Macromedia Flash
   
Topo 1

Os potenciais investigadores interessados em apresentar a candidatura de estudos a incluir na programação da UVP-SPP são convidados a fazer um primeiro contacto informal com a Comissão Executiva da UVP-SPP (uvp-ppsu@spp.pt).

Após este primeiro contacto, ser-lhes-á enviado um formulário preliminar.

A Comissão Executiva avaliará o conteúdo do formulário preliminar e, se a proposta se inserir nos objectivos da UVP, convidará os autores a enviar um protocolo formal.

Caso o protocolo tenha referências bibliográficas, deverão ser enviados exemplares dos documentos referidos.

Os coordenadores de Epidemiologia estão disponíveis para auxiliar os proponentes a elaborar os protocolos.

Nesta fase, a Comissão Executiva poderá pedir a marcação de uma entrevista informal com os requerentes para discutir o protocolo.

Normas de Apresentação de Propostas de Estudo - Rev. Março 2008 (289Kb)

Os procedimentos passam por três fases:

1ª FASE - é pedido um curto protocolo do estudo (até 2 páginas A4) que deve incluir:

 

  • fundamentação da realização do estudo
  • definição de “caso“
  • numero previsível de notificações anuais
  • duração prevista
  • as questões a que o estudo quer dar resposta
  • suporte bibliográfico/académico
  • detalhes sobre eventuais custos

Factores que favorecem a aceitação dos estudos pela UVP-SPP

  1. importância científica
  2. raridade da situação. Excepcionalmente pode considerar-se a aceitação de estudos sobre situações comuns se tiverem curta duração e/ou sejam limitados a áreas geograficamente restritas
  3. importância para a saúde pública
  4. originalidade. Não se consideram prioritários os estudos que se debrucem sobre situações já investigadas por outras metodologias ou em que já existam fontes de informação organizada (embora a UVP-SPP encoraje os investigadores a utilizarem fontes de informação alternativas para validar e completar os dados obtidos nos estudos)
  5. atenção aos detalhes respeitantes á clareza dos objectivos, praticabilidade, confidencialidade e recursos

Se o projecto for aceite pela CE, passa-se à fase seguinte.

2ª FASE - São discutidos com os investigadores, os pormenores relativos a objectivos, metodologia e gestão do estudo e eventualmente propostas alterações ao projecto inicial. A UVP deve apoiar fortemente os investigadores com menos experiência, nomeadamente na área da epidemiologia.

3ª FASE - Caso exista um numero de propostas que exceda as possibilidades do “Cartão de notificação“ ou a capacidade da UVP-SPP, será ouvida a Comissão Consultiva de forma melhor seleccionar as entidades a estudar.