Script Macromedia Flash
   
Topo 1
Topo 2
Composição
Coordenador:
Teresa Bandeira. Pediatra. Unidade de Pneumologia. Departamento de Pediatria. HSM, CHULN. Professora Auxiliar Convidada da FM-UL. Presidente da Sociedade de Pneumologia Pediátrica. Especial interesse em Saúde Ambiental

Elementos constituintes:
Ester Pereira, Pediatra, Vogal da SPP, com especial interesse em tabagismo, Leiria

Sara Madeira, MGF, com especial interesse clínico e académico em determinantes da saúde, nomeadamente tabagismo ativo e passivo. Filiação atual: ISAMB, aluna do Programa Doutoral EnviHealt&Co da FMUL

Carolina Constant, Pediatra, a completar ciclo de estudos especiais em Pneumologia Pediátrica, Unidade de Pneumologia. Departamento de Pediatria. HSM, CHULN. Assistente Convidada FM-UL, e com interesse especial em tabagismo na criança

Carla Cruz, Pediatra, Direção da Sociedade de Pneumologia Pediátrica, Évora. Especial interesse em tabagismo e adolescência

Ana Sofia Guerreiro, Socióloga, SPP

Objetivos
O atual GTT (sTOPPagE) posiciona-se em alinhamento com a missão, visão e valores da SPP na
promoção de ambientes saudáveis, prevenção da doença em idade pediátrica e preservação de
patrimónios para o futuro.
Pretende-se a construção de um enquadramento para as medidas de controle do tabagismo no
contexto dos recursos da SPP, a serem implementadas de forma gradual no âmbito nacional,
regional e potencialmente internacional com as suas congéneres, a fim de reduzir de forma
contínua e substancial a prevalência do tabagismo e a exposição ao tabaco em idade pediátrica.
 
3.1. Os temas selecionados de acordo com estratégias relacionadas com oportunidades
serão:
3.1.1. tabagismo passivo secundário,
3.1.2. tabagismo passivo terciário,
3.1.3. tabagismo ativo: cigarros,
3.1.4. tabagismo ativo: outros produtos de tabaco, p.ex. cigarros eletrónicos, (...)
3.1.5. tabagismo na rapariga,
3.1.6. tabagismo na grávida,
3.1.7. economia do tabagismo: custos de saúde, impostos sobre tabaco
3.1.8. cessação tabágica em jovens
3.1.9. marketing da indústria tabaqueira: publicidade, manipulação química, cigarros
“light“, filmes (...)
3.1.10. ecologia tabaco: incêndios, poluição (...)
3.1.11. clusters comportamentos saudáveis vs nefastos
 
3.2. Populações alvo de intervenção:
Todas as pessoas devem ser informadas sobre as consequências para a saúde, a natureza aditiva
e o risco de morte associadas ao consumo e à exposição ao fumo do tabaco. Igualmente devem
ser desenvolvidas e divulgadas medidas legislativas, executivas, administrativas ou outras de
forma a proteger todas as pessoas contra a exposição ao fumo do tabaco. Convenção-Quadro
da OMS sobre Controle do Tabaco.
 
3.3. Sub-grupos estratégicos para intervenção:
3.3.1. Profissionais de Saúde: Médicos e Enfermeiros - Pediatria, Obstetrícia, MGF e
outros com dedicação a patologias em idade pediátrica, p.ex. ORL
3.3.2. Educação: Professores - desenvolver atividade com participação ativa destes e
das crianças
3.3.3. Pais de crianças (foco no 1º ano de vida - múltiplos contactos c/ sistema de saúde
e maior recetividade)
3.3.4. Crianças em idade escolar (por grupos etários)
3.3.5. Raparigas em idade fértil
 
3.4. Colaboração e apoio científico a grupos de trabalho, científicos ou outros, a nível local,
regional ou nacional para o desenvolvimento, boa execução e divulgação