Script Macromedia Flash
   
Topo 1
Topo 2

Sobre as vacinas contra a Gripe A (H1N1)

vacinas gripe

Declaração da OMS e outras informações sobre a vacinação contra o vírus H1N1

A vacinação é um dos meios mais eficazes para prevenir a infecção das pessoas durante as epidemias e pandemias de gripe. O Virus da gripe pandémica é um vírus novo e virtualmente todos estamos susceptíveis à doença se contactarmos com ele.
As vacinas contra o H1N1, administradas em larga escala, protegem a saúde dos mais susceptíveis, promovem a imunidade da população e ajudam a superar os riscos da pandemia.

A Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP), a Sociedade de Infecciologia Pediátrica e a Comissão de Vacinas da SPP afirmaram, em comunicado enviado à imprensa no dia 16 de Novembro de 2009 , concordar com a vacinação contra a infecção pelo vírus da gripe pandémica (H1N1) de todas as crianças, com ou sem patologia.

Declaração da OMS sobre a vacinação contra a Gripe A (19-11-2009)
 
Baseada em informações detalhadas de 16 países, num total de 40 que promovem a vacinação alargada contra o vírus H1N1, a OMS estima que cerca de 65 milhões de pessoas já foram vacinadas até ao presente.
Estão a ser utilizadas no mundo três tipos de vacinas: inactivadas sem adjuvante, inactivadas com adjuvante e vacinas vivas atenuadas. Não se encontraram, até ao momento, diferenças no perfil de segurança entre as diferentes vacinas.
As campanhas para a vacinação continuam e visam a protecção contra a pandemia. Atendendo ao elevado número de doses administradas, os resultados referentes à ocorrência de efeitos adversos são animadores. A análise dos dados recolhidos indica que as vacinas contra o vírus H1N1 têm um excelente perfil de segurança, sobreponível às vacinas contra a gripe sazonal que são utilizadas há mais de 60 anos. 
 

Ler artigo completo

 

Circulares informativas e normativas da DGS sobre a vacinação contra a gripe A pandémica

Outras referências sobre as vacinas contra o vírus H1N1
 

mais notícias sobre a Gripe